Preço pago ao avicultor de MS deve registrar alta expressiva no primeiro semestre deste ano

Avicultura - Lucas Scherer - Embrapa Suínos e Aves.jpg

O preço pago ao avicultor de Mato Grosso do Sul deve apresentar expressiva valorização no primeiro semestre deste ano. É o que projeta a Unidade Técnica do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS.  Este é o destaque do ‘Mercado Agropecuário’ desta segunda-feira (17).

No atacado, a cotação média dos cinco meses de 2019 valorizou 21,4%, registrando R$ 5,39 o quilo contra os R$ 4,44 de igual período de 2018. “O desempenho positivo na ponta atacadista poderá refletir em melhor remuneração para o avicultor. Com isso, a perspectiva é que o preço pago ao produtor possa encerrar o primeiro semestre com incremento de até 23% em relação a janeiro”, reforça a analista técnica da Federação, Eliamar Oliveira.

Sobre a oferta da matéria-prima, a economista destaca que no estado, no acumulado do ano, houve uma redução. “O relatório do Mapa mostra queda entre janeiro e maio deste ano em relação ao ano anterior, saindo de 69 milhões para mais de 66 de milhões de aves”.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul – Federação da Agricultura Pecuária de MS divulga todas as segundas-feiras uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Lobo Design